O meu gato

Primeira consulta

A primeira consulta de um gato deverá ser idealmente realizada previamente à escolha do mesmo, de forma a que possa esclarecer-se adequadamente e optar pelo animal que mais se ajusta aos seus desejos e condições de vida. No entanto, habitualmente o gatinho chega primeiro a casa do que passa pelo médico veterinário. Se for o caso recomendamos que nos procure quanto antes para iniciar os cuidados de saúde preventivos.

Na primeira consulta temos por hábito informar sobre as necessidades básicas de qualquer gato, incluindo as suas especificidades quanto ao maneio e prevenção de doenças. Geralmente será verificada se já foi realizada uma desparasitação adequada e indicado o plano de saúde adaptado ao seu novo companheiro. Poderão ser recomendados testes para despistar doenças, como a leucemia felina ou a imunodeficiência felina.

Vacinas

As doenças chave para as quais as vacinas são administradas incluem a panleucopénia, herpesvirose e calicivirose. No entanto existem outras doenças cuja vacina também poderá ser recomendada, como a leucemia felina ou a raiva.

Por hábito inicia-se após as 9 semanas de idade. São necessárias algumas doses iniciais com frequência variável de quinzenal a mensal, dependendo do risco. Considera-se a primovacinação completa após pelo menos 2 inoculações da mesma doença, com a última após as 16 semanas. A frequência de revacinação ao longo da vida será igualmente adaptada caso a caso, sendo o mais habitual anualmente para algumas doenças e trianual para outras.

Desparasitações

As doenças provocadas ou transmitidas por parasitas são muito importantes tanto para o seu gato como para os donos e quem os rodeia.

As desparasitações internas devem ser realizadas com produtos completos para vermes intestinais redondos (lombrigas) e achatados (ténias). A frequência é adaptada ao tipo de vida e alimentação do seu gato, recomendando-se como mínimo a cada 3 meses.

Já os parasitas externos, como as pulgas, carraças e mosquitos, para além de muito incomodativos podem provocar doenças muito graves ou fatais. A escolha de um produto seguro que os previna ou elimine é fundamental para a boa saúde do seu gato.

Maneio (alimentação, exercício, higiene, sociabilização)

Hoje em dia existe já uma ampla gama de alimentos preparados de qualidade por onde escolher, não esquecendo a alimentação especificamente preparada em casa para o seu gato, se for essa a sua opção. Existem no entanto alimentos a evitar e outros de que não se deve abusar.

Também incluídos nos cuidados de saúde estão a necessidade de realizar exercício físico e estimulação mental, evitando patologias mórbidas como a obesidade ou distúrbios comportamentais. Arranhadores, brinquedos estimulantes e plataformas em altura nunca devem estar ausentes numa casa felina.

Já a higiene deverá ser adaptada individualmente à raça e tipo de pelagem. Os órgãos dos sentidos por vezes exigem cuidados extra. Ainda que os gatos sejam animais muito asseados, a escolha e posicionamento das liteiras poderão ser o gatilho de patologias severas e com risco para a vida.

Um gato é um animal solitário mas sociável por natureza e necessita de ser compreendido e respeitado para uma vivência em equilíbrio com quem dele cuida. Deve iniciar a sua sociabilização e exposição a estímulos o quanto antes se deseja ter um animal descontraído e evitando um dos principais factores de abandono de animais: os distúrbios comportamentais.

Todos estes cuidados são a base para que possa desfrutar da companhia de um gato saudável e feliz…

Caso queira saber mais contacte-nos ou pesquise nos guias específicos que lhe disponibilizamos.

Documentos

pdf A transportadora