Informações

As responsabilidades

Partilhar a vida com um animal é mais do que ser o “dono” ou “tutor”. Existem responsabilidades com esse ser vivo que nos trará ligações e sentimentos sem igual…

Ambiente envolvente adequado

Todos os animais necessitam de um ambiente seguro, limpo, com temperatura, humidade e ventilação controladas e adequadamente protegido de perigos domésticos e externos.

O seu local de descanso deve ser abrigado, confortável, seco e sossegado, permitindo o acesso a uma área de eliminação apropriada com a frequência necessária.

Deve sempre existir um esconderijo onde se possa refugiar caso se assuste.

Garanta sempre que onde o seu animal estiver pode mover-se e procurar estar confortável, evitando o calor ou frio.

O transporte deve ser sempre feito de uma forma segura e confortável.

Nunca o deixe sem supervisão em situações que lhe podem vir a provocar grande ansiedade.

Alimentação correta

Providencie sempre água limpa e fresca à disposição. Caso se movimente com ele transporte água sempre que anteveja dificuldades em obter acesso à mesma.

Garanta que o seu animal come uma dieta equilibrada adequada às suas necessidades individuais. Tenha especial cuidado quanto a ser apropriada para a espécie, idade e estado fisiológico (gravidez, doença, etc…).

Disponibilize a comida com a frequência e nas quantidades apropriadas, de forma a manter individualmente a saúde e condição corporal ideais. Faça-o colocando em recipientes e localizações adequadas para a espécie.

Monitorize a quantidade de água e comida ingeridas, já que alterações nas mesmas podem ser um sinal de doença.

Não altere subitamente a dieta do seu animal, realizando sempre uma transição gradual.

Expressar comportamentos normais

Garanta que o seu animal tem a estimulação mental, social e física que satisfaça as suas necessidades individuais.

Disponibilize brinquedos seguros e oportunidades suficientes para brincar, exercitar e interagir com pessoas.

Providencie exercício físico apropriado para se manter em forma e saudável. A sua condição corporal e movimentos são indicadores disso mesmo.

Todos os animais domésticos devem ser ensinados desde muito jovens a ter contacto humano, sempre utilizando associações positivas como recompensas e sem recurso a castigos punitivos.

Garanta que o seu animal não será incomodado quando assim o deseje.

Monitorize alterações de comportamento já que podem indicar ansiedade, aborrecimento, que está ferido ou mesmo doente.

Companhia e acompanhamento

Se o seu animal gosta de contacto humano providencie o suficiente, mesmo quando você está ausente. Evite que se mantenha sozinho e aborrecido demasiado tempo, já que lhe pode trazer problemas comportamentais graves.

Antes de juntar um novo animal ao seu agregado familiar, da mesma ou outra espécie, avalie bem e procure conselhos sobre se o deverá fazer e como o fazer.

Não force o seu animal a ter contacto com pessoas ou outros animais de que ele não goste e permita-lhe que os possa evitar.

Tenha especial cuidado nas interacções entre as crianças e os animais, já que as primeiras podem assustar ou ferir inadvertidamente o seu animal, com consequências irreparáveis para ambos.

Se mais do que um animal partilha o mesmo espaço garanta que todos têm acesso aos recursos necessários: água, comida, área de repouso, esconderijo, área de eliminação e brinquedos. Providencie igualmente espaço físico suficiente para estarem afastados um do outro se assim o desejarem.

Mantê-lo saudável

Tente antecipar e prevenir situações que ponham em risco o seu animal.

Monitorize frequentemente sinais de ansiedade, dor física, ferimentos ou doença. Alterações de comportamento, actividade, ingestão e hábitos de higiene são muitas vezes sinais indicativos.

Mantenha uma higiene adequada da pele, órgãos dos sentidos e pelagem do seu animal.

Aconselhe-se com um veterinário no que concerne à necessidade de avaliações de saúde, prevenção de doenças infecciosas e qualquer outra dúvida de saúde ou bem-estar que surja.

Para mais informações pesquise nas diferentes secções ou contacte-nos directamente…